Versinho



Lembro de uma tarde de sol forte.
Longe.
Esperanças ao vento.
O futuro sonho anuveado aos olhos.

Fui dormir enxugando o desapontamento.

Acordei à beira mar.
Com uma coleção de decepções na estante.

O tempo é um rio que corre,
nunca a meu favor.


| Luci Alves |

Comentários

E quem nunca colecionou desapontamentos?!

Beijos querida!

Postagens mais visitadas