O amor cria irregularidades



"Se eu acredito que Jesus morreu por amor para dar vida a mim e a outros, porque insisto em esquecer a importância disso e trato as pessoas de maneira tão negligente? Se eu vivesse lembrando disso a minha atitude natural seria olhar o outro (não importa quem ele seja) como alguém importante, não por si mesmo ou por méritos próprios, meu olhar devia ser de olhar o outro e admitir sua importância por que ele é amado a ponto de Alguém morrer para que ele viva. Não posso esquecer que o Amor humaniza e torna importante coisas ordinárias. O amor singulariza. E frequentemente o amor não faz sentido. Ele desconcerta mesmo."

Ailma, lá do Cata nuvens


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

É sorrindo que se fala com os olhos

Talvez seja sim!