Cultivando a paz




Sobre a vida e seus conflitos: aprendi que as palavras podem ser usadas como pedras ou como flores e preciso aprender a manejar cada uma delas com sabedoria. Depois de tantas frases clichês sobre isso, eu fui aprender vivendo.
Eu sei que a maioria das pessoas falam o que pensam, sem se importar com as consequências ou com os sentimentos dos outros, mas eu não quero ser assim. Quero ser uma pessoa melhor. Quero dominar minhas palavras. Quero olhar a dor do outro. Quero cultivar o que é bom. Quero aprender a amar sem recompensas. Quero saber esperar sem murmurar. Quero perdoar sem apegos. Quero saber enfrentar as derrotas com coragem. Quero uma fé constante. Quero um sorriso que resista aos tropeços do caminho. Quero a alegria de uma alma leve e calma. Quero risos fartos e um olhar delicado. Quero ter empatia com a vida e com os pedacinhos bonitos e feios que fazem parte dela. Quero um plantio que me faça colher encantos. Quero muitos quereres. Sou aprendiz na vida ainda.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

É sorrindo que se fala com os olhos

Talvez seja sim!