Retórica


É um dom ver a vida com o olhar leve de quem sabe, mesmo não sabendo, que tudo vai dar certo.
Tão bom quando a alma é regada de muita alegria e muita paz. Quando o afeto é mútuo e despido de vagas inclinações. E o sorriso dói de tão intenso.
É bom saber que não se está só, que há aqueles com quem dividir os fardos e as faltas. Uma vez eu li que amigo não se conhece em um verão, mas em muitos invernos. Concordo!
É tão bom quando o sol amanhece por dentro e a esperança se enche de recomeços. Quando aquela saudade gorda se transforma em presença, em essência pra um riso mais solto.
Tão bom ter ao lado um amor quentinho, que tem o dom de mudar um dia ruim. Um amor de livro bom, que faz chorar de tão bonito.
Tão bom sentir a simplicidade, a humildade de não ter sempre razão, a coragem de reconhecer estar errado.Tão bom saber que existem segundas e terceiras chances. Que mesmo quando parece um fim não quer dizer que não possa ser um começo.
Tão bom quando o coração precisa de afago e as palavras vem em boa hora. Quando a dor se ilumina de verdade e a cura chega com uma fé inabalável. Quando o pouco é motivo suficiente pra se ter uma gratidão sem fim.
Tão bom quando tudo o que foi já não é e o que agora se tornou é ainda melhor. E a alma sorri forte ao saber da delicadeza que hoje tem. Da completude. Da alegria graúda. Do olhar leve sobre todas as coisas.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Talvez seja sim!

Para inspirar: Home Office

É sorrindo que se fala com os olhos