"o amor jamais acaba"


Sim, eu sei amar. Sei amar sem interesse, sei amar sem ter conveniências ou oportunismo, sim, eu sei amar sem segundas intenções. Amar por afeto, amar com pureza, amar pelo que a pessoa é, amar sem desconfianças ou falsidade, sem sorrisos amarelos, sem superficialidade, sem maldizer, sem raça, sem cor ou credo.
Amar com tranquilidade, amar com prazer, com aconchego. Amar com compreensão, com perdão. Amar perto e longe. Amar de dentro pra fora. De norte a sul. Do Oiapoque ao Chuy. Sem reservas. Amar livre. Amar sem síndromes, sem ciúme, sem doença, sem possessividade.
Sim, eu sei amar.
E num mundo de egoísmo, onde cada um pensa, faz e sente só por si mesmo, ando tentando amar mais do que nunca.
Ando cultivando um coração de verdade, que possa ser ferido, quebrado, amassado, torcido, moído, pisado, sufocado, e mesmo assim, consiga amar de novo...


Comentários

Postagens mais visitadas