Sol de primavera

 Uma carta em plena quarta é tão doce como as de domingo?


Eu quero estar ao seu lado nos pequenos, e grandes, momentos de alegria. Quero estar ao seu lado quando o sol irradiar o teu riso. Quero estar contigo quando as aves estiverem migrando pro sul. Quando a frente fria da Argentina chegar inesperadamente. Quando as notícias não forem as melhores e as pessoas também não. Eu quero estar ao seu lado em cada simples aceno de mão. Quero estar ao seu lado quando o dia despertar meio torto. Quando a brisa não for suave nenhum pouco. Quando for preciso dizer não. Eu quero estar ao seu lado quando formos escolher nossos móveis. Quando precisarmos discutir sobre a decoração do casamento e da casa e do quarto dos filhos. Eu quero estar ao seu lado quando houver momentos de tristeza. Quero estar ao seu lado quando a beleza esmorecer. Quando nosso corpo for enrugado e não enxergarmos quase nada sem lentes de aumento. Quando o mundo vencer a desigualdade. Eu quero estar ao seu lado quando comprar aquele seu sonho de guitarra. Quero estar contigo no dia em que for estreiá-la. Eu quero estar ao seu lado na saúde e na falta dela também. Quero estar ao seu lado quando o dinheiro faltar. E quando ele sobrar também. Eu quero estar ao seu lado porque assim a vida sempre vai ter uma cor bonita. Porque Deus foi quem escreveu nossa história. Porque eu sei que contigo meu riso é solto e os meus dias inquietos são leves. Porque com você a minha Inglaterra 1797 existe, e é perfeita. Porque quando você segura minha mão eu sei que posso passar por qualquer coisa sem medo. Porque, de alguma forma, quando você me olha com esse seu jeito afetuoso, eu sei que é desse olhar que eu preciso. Porque a tua melodia é diferente da minha e provoca em mim uma calma quase infinita.
Porque, na verdade, eu sempre soube que tu era o cara certo.

Comentários

Mi ma disse…
Luci,

coisa boa é ter esse tipo de certeza na vida!

Postagens mais visitadas