As vezes tudo parece estranho


De repente, você olha em volta e percebe que deixou muitas coisas boas escaparem das suas mãos. Você percebe que nem sempre conseguirá corresponder às expectativas que todo mundo coloca sobre você. Que a opinião dos outros a seu respeito não é tão importante assim. Você descobre que o mundo, muitas vezes, é um lugar sombrio. Você percebe que não é Aragorn ou um dos Pevensie, nem John Carter, Sherlock ou Capitão Jack, nem nenhum desses amores magníficos. Você é comum, ainda que tenha suas grandes particularidades. Não há tantas portas abertas pra você passar, nem sempre há motivos para sorrir. Você sabe que está aí pra um propósito, ainda sem compreendê-lo. Que não dá pra viver em Nárnia todos os dias. Você é um conto, mas nele não há fadas. É tudo muito metafórico e temperamental. Distante, mas com uma proximidade sem explicação. Com frustrações e anseios. Com bunitezas e sabores amargos. Decepções e alegrias. E uma esperança infinita. Você descobre que precisa das partes feias da vida, pra que as que são realmente bonitas, possam realmente valerem a pena.

Comentários

Mi ma disse…
Como você consegue usando só as vinte e poucas letras do alfabeto dizer tudo assim???

Nem sempre é possível viver em Nárnia mesmo. Na maior parte do tempo Nárnia fica só no desejo. Mas há esperança.
E só isso já vale.
Beijo

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

É sorrindo que se fala com os olhos