Sonhos em inópia


Tudo bagunçado.
Uma necessidade aguda de reclusão. Expectativas frustradas. Sonhos. Onde a fé foi parar no meio de tanto caos interior?
Sinto como se estivesse vivendo de ponta-cabeça, tá tudo virado. Tudo fora do lugar. — Como começar a ler um livro pela capa final. E todos aqueles planos?
Todos deram errado. TODOS! Uma tristezinha fina se estabeleceu no meu sorriso. A esperança tá na corda bamba, olhando pra baixo, com medo. Sem poemas, sem canções, sem alegrias transitivas, só medo.
Sou de receios. De conflitos internos. Conto histórias e debato assuntos comigo mesma. Sofro de esquizofrenia hipotética. E no momento, sofro de desilusão. Tudo fugiu e tudo mofou, e agora José?  
E agora Drummond? Eu não quero que a luz se apague.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

É sorrindo que se fala com os olhos