Entre paradoxos


Não é que eu não goste de surpresas. Eu gosto muito!
É que as peças que a vida prega na gente, as vezes assusta.
Só isso.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

É sorrindo que se fala com os olhos