Um dos meus preferidos


Steve engoliu o nó em sua garganta. E, de repente, entendeu o que aquele nó significava. Ele havia culpado Brenda por suas fraquezas e erros, e era chegada a hora de perdoar. Porém, havia mais. Ele viu a verdade nos olhos dela e, pela primeira vez, permitiu que a verdade penetrasse em seu coração. Ele também havia errado.


— Eu perdoo você, Steve. — Brenda enxugou os olhos com a mão, tentando conter as lágrimas. — Senti muito sua falta.
Steve abraçou-a com força, sentindo as curvas graciosas e os contornos suaves da esposa. Em seguida, segurou seu queixo e forçou-a a virar o rosto para ele. — Eu perdoo você também.


(...)


Acontece a cada primavera, Gary Chapman

Comentários

Luci!!!Vim lhe visitar e dizer que meu blog tb está à sua disposição.Bj~çao! Rubi.
Que gentil de sua parte!Já acolheu meu pedido e já participa.Sucesso moça, fique com Deus e que Ele lhe proteja sempre.Bjão!!!Rubi.
Acho que vou usar essa sua postagem, estou passando por isso.

Beijos, Luci.
Luci, eu amei o seu Blog. Ele me passa uma leveza...Uhmmm..

Amei, menina.

Parabéns pelo trabalho.

Um beijo,

Isabelle Mesquita

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

Talvez seja sim!

É sorrindo que se fala com os olhos