livre-arbítrio



Não. Ele não te abandonou. Você é que se encheu tanto de convicções e idéias fixas sobre tudo, que esqueceu de buscar a essência. Ele ainda fala ao teu ouvido, só que você não consegue ouvir. Você não quer mais ouvi-lo. Ele te assiste nas tuas fraquezas e estende os braços pra te poder segurar, mas você corre para o outro lado e deixa-o ali, esperando de braços abertos. Você decidiu viver sem Ele. Já não ora mais, já faz coisas erradas como se fossem corretas e isso virou rotina. Você não se importa mais. Você anda distante, longe do plano inicial de Deus. Como pode culpar a Ele por seus fracassos, quando você mesmo decidiu tentar sozinho?
Mas os Seus braços ainda estão esticados. A decisão é sua agora, correr e se jogar no Seu abraço ou continuar caminhando sozinho por essa rua tão escura.

Comentários

Laís Pâmela disse…
Às vezes a gente faz escolhas sem pensar, ou talvez não nos damos conta do tamanho do nosso erro. O bom é saber que sempre terá alguém para nos abraçar.
Adorei.
Beijos.
Luci.Alves disse…
beijão guria. Obrigada por aparecer! :*

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

É sorrindo que se fala com os olhos