até breve!


Me sinto distante de mim mesma, como se grande parte minha tivesse ficado aí contigo, sabe?! Mas acho que essa viagem veio em boa hora. Eu vim o caminho todo, pensando, sonhando, orando. Eu vi tão mais claro algumas coisas, aquelas que eu preciso melhorar, por exemplo. Sabe, amor, eu precisava mesmo arrejar a cabeça, respirar ares novos, espairecer. Eu ando tão lotada. Sei que tu vive me dizendo pra ficar tranquila, mas é tão difícil. As vezes, as preocupações e todos os meus compromissos parecem que vão me engolir, mas tu me salva... sempre me salva. Não gosto de ficar longe de você, mas sair do mesmo ambiente de sempre, das mesmas ruas, das mesmas obrigações, ta me ajudando. Queria que tu tivesse aqui comigo, respirando também. Como eu sempre digo, tudo tem um lado bom, e acho que esse é o lado bom das lonjuras, tornar o embaçado em transparência, ajudar a gente a ver melhor. Mas eu volto, guri. Pra ti, pra tudo. Eu volto pra essa lindeza que a nossa vida. Não consigo viver sem essa doçura toda que só tu tem.

Comentários

Que lindo, me encanto com tuas palavras.
Beijos, ótimo domingo ;)
É Luci, muitas vezes precisamos mesmo nos afastar um pouco de algumas coisas. Concordo com você, as lonjuras servem pra tornar o embaçado em transparência. Fica bem e com Deus :*
Cris . disse…
E essa vida é assim, esse ir e vir de coisas novas, e existe sempre aquelas viagens inesperadas que aparecem em boa hora !

Beijo meu .
ૐ 'Priscylα disse…
Espairecer é tão bom ! Mas não dá pra ficar longe do amor, não mesmo.
Beijos menina.
Damiane disse…
aiii que lindoooo...

Postagens mais visitadas