aqui com meus botões


A gente tem é que perder essa mania de querer que tudo seja do nosso jeito. Deixar de lado as birras bobas, a teimosia e aquelas mesmas exclamações. A gente tem que se salvar do sentimento de querer controlar tudo e querer que o mundo gire ao nosso redor. Porque isso só vai causar frustrações. A gente tem que aprender a se poupar. A maioria das nossas cicatrizes são causadas por nós mesmos, é o atalho que a gente pega e acaba caindo numa armadilha, e isso eu aprendi, pegar atalhos não é se poupar, é se jogar num precipício. O caminho não é fácil, mas atalhar, com certeza, é a pior opção. Nunca pegue atalhos! E quando achar que as coisas andam difíceis, senta um pouco, pensa, ora, isso sempre ajuda. Não poupa fé, isso é uma coisa que precisamos usar sempre, exercer sempre, passar adiante. Fé é um gerador de energia girando forte no peito, é o mecanismo que nos move. E o mais, a gente vai adquirindo ao longo do tempo. A gente tem é que se jogar com tudo na felicidade, e ser livre. A gente precisa mesmo é se aproximar mais de Deus.

Comentários

Mia Assumpção disse…
Quero cada dia mais estar mais perto deste Deus tão bom e sábio e com Ele tudo vai bem..mesmo que a tempestade pareça longa e fria!!
Com Ele a alegria não tem fim..
Gostei demais, e valeu pela dica, usarei mais minha fé daqui pra frente!!
Enorme beijo Luci!!
Mia.
Luci.Alves disse…
Isso mesmo Mia. Quanto mais usamos nossa fé, mais ela cresce (é como uma massa de pão). Assim vejo !

é bom te ter por aqui.
Beijão :*
Juliana Soares disse…
adorei o seu texto; realmente precisamos se aproximar mais de Deus, Ele é aquele que nos ajuda quando mais necessitamos. Precisamos ter mais fé.

Parabéns pelo texto.

Beijos
deia.s disse…
"Fé é um gerador de energia girando forte no peito..."
Que definição bonita para a fé,
aliás, fé é o que não pode faltar!

kiss :)

http://amar-go.blogspot.com/
Luci.Alves disse…
fé é essencial né deia!

abraço.
Luci.Alves disse…
Ju, Deus é quem nos ajuda sempre.Verdade!

beijo :*

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

Talvez seja sim!

É sorrindo que se fala com os olhos