regresso


E você tanto procurou que achou, me achou...se achou. Assim, como alguém perdido que encontrou uma carona de volta, uma placa indicando retorno. Depois de dias caminhando, finalmente, chegou. Voltou. Sorriu, então, com a euforia presa no peito, aquela embolação de sentimentos que há tempos não se sentia. Uma sensação boa, boa mesmo. De amar de novo. De tudo certo, no seu lugar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

Talvez seja sim!

É sorrindo que se fala com os olhos