-


É que há mais sentimento em meus olhos do que dor em meu coração. E é por isso que minhas pernas ainda sustentam todo o resto, até a alma. Ela que com esse vaievem anda meio sem espaço. É tanta coisa junta que a cabeça se perde em pensamentos confusos e os dias passam tão despercebidos que me perco também. Mas sempre acabo me achando por aí, e é nesses encontros comigo que entendo muita coisa. Que tudo começa a ter sentido.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

É sorrindo que se fala com os olhos