adstrição


A verdade é que eu já estou tão em ti, quanto você em mim. Eu já sou tão você, quanto você é eu. E nós somos um do outro tanto quanto somos um só. E eu me vejo em ti, bem diferente do espelho, eu vejo meus traços discontraídos, minhas gírias insólitas e minha forma de explicar as coisas. E consigo ver em mim muitos pedaços teus. Sinto seu sangue correndo em minhas veias, suas palavras surgindo em minha fala e suas expressões acentuando meu rosto. Sinto seu dom de me amar independente de todo resto e teu modo de ver as coisas e deixà-las tão admiráveis. Me sinto em ti e te sinto em mim. Pertencemo-nos de tal jeito, com tal intensidade, assim, tão, tão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

É sorrindo que se fala com os olhos