fazendo caminho



É caminhando que se chega em algum lugar, o lugar não sei bem ao certo onde é, nem importa tanto. O que me interessa é o caminho. Se bonito ou feio. Se alegre ou triste. Se um pouco de cada um. Porque o caminho já existe, a gente só tem que transformá-lo em nosso, construir nossos canteiros e plantar nossas flores. É a gente que o faz bonito ou não, alegre ou não. Ou um pouco de cada coisa.
Bom mesmo é fazê-lo de pedaços, seus, meus, nossos.
É colocar tanto de nós nele, que o caminho não seja apenas mais uma rua, mas uma passagem inesquecível.
É cultivar as flores para que não murchem, mas se multipliquem em mil, coloridas, bonitas e sorridentes. Porque pouco importa as grandes coisas, desde que cuidemos dos detalhes. E o destino, será como nosso caminho. Bonito ou não. Alegre ou não. Ou um pouco de cada um.
Afinal, não são todos os caminhos que levam a Deus. E com certeza, não é o mais fácil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

Talvez seja sim!

É sorrindo que se fala com os olhos