Avó



Ela é minha, mas eu empresto um pouquinho pra quem não tem, pra quem quer ter mais uma, pra quem vai amar também.
Chegou na velhice, mas não é velha, é madura, experiente e vivida.
Me convida pra sentar e me conta suas histórias, me dá conselhos, me relata lindos contos e piadas engraçadas.
Acho que aprendi bem com ela e ainda aprendo.
Ela é mãe, é vó e amiga. E está sempre ali, do outro lado da rua, quando eu preciso.
É artesã e cozinha como ninguém. 
Ela teça bonecas, guardanapos e vida. E que vida, é exemplo.
Escolheu o melhor homem do mundo
Amou apenas esse homem e me disse "Só se ama alguém assim uma vez"
E tudo isso é lição pra mim.
E apesar de todas as coisas já vividas, apesar de todas as pessoas já perdidas, apesar de todos os gostos e desgostos, é feliz.
Olhos e mãos cansadas, mas ainda é forte. Super-heroína.
Abraço acolhedor e doces beijos.
Sorriso lindo, de alguém que muito já falou, já ouviu e já viveu.
Não quero te perder nem e nunca, minha flor-de-maracujá.

Comentários

ENA disse…
Amei as doces palavras!
Você é única linda!

Postagens mais visitadas deste blog

Para inspirar: Home Office

É sorrindo que se fala com os olhos

Talvez seja sim!