22.9.16

É primavera ♥

"Ai quem pudera
Numa eterna primavera
Viver, qual vive esta flor.
Juntar as rosas da vida
Na rama verde e florida,
Na verde rama do amor!"

Castro Alves



Chegou a estação que eu mais amo, a estação das flores, minha querida primavera! ♥
Estação também das alergias respiratórias não é mesmo?! hahaha Quem tem rinite, como eu, ou essas alergias chatas, sabe o quanto é ruim, mesmo assim eu sou muito in love com a primavera.
Tudo fica tão lindinho! Tudo fica cheio de música e poesia!


BEM-VINDA PRIMAVERA!








6.9.16

Quero avistar outras colinas

No fone-de-ouvido: Montréal - Os Arrais




                  Querido diário,

         
Talvez seja muito cedo ou muito tarde. Talvez a visão turva de um dia fechado não seja a forma mais prudente de explicar o que vejo. Quem sabe a culpa seja das faltas, das marcas, do que foi dito ou daquilo que não fiz. Talvez a distância tenha sido a influência, talvez o meu descuido tenha sido a incoerência. O tempo não volta. A vida corre.
Eu ainda sonho com Cair Paravel, mas não me sinto mais como a Lúcia, eu me sinto bem mais como Suzana. Talvez eu tenha me perdido. Talvez eu não tenha mais aquela capacidade de olhar com esperança pra tudo. Talvez eu não saiba como voltar onde me perdi pra me encontrar. 
Há um tempo atrás, eu achava que todos os meus sonhos eram alcançáveis, talvez lá no fundo eu ainda ache, mas não me sinto mais disposta a correr, a buscar, a superar as intempéries pra realizá-los.
A cada dia que passa eu me sinto mais sugada pelo ritmo de compromissos e inúmeras responsabilidades, com coisas que as vezes eu nem gosto.
Eu me sinto insegura em largar algumas coisas pra viver o que eu realmente quero e amo, e esse medo me trava, me amarra, me faz entrar em conflitos internos que eu não sei lidar. E isso me mata.
Eu não sei como quebrar essas grades que me prendem.
Eu me sinto profundamente cansada. 




22.8.16

Lembrete!

"E quando nosso ego quiser falar mais alto,
ensine-nos, Senhor da sabedoria, que somos pó,
e que fora de ti, tudo é descaminho."

Alex Stahlhoefer